10 cuidados com o pet no verão

10 cuidados com o pet no verão

A melhor estação do ano está chegando e os passeios ao ar livre com o seu amigo de quatro patas são bem-vindos! Mas com o aumento da temperatura é importante tomar alguns cuidados com o pet no verão para evitar problemas como hipertermia, queimaduras e desidratação. 

Selecionamos para você um guia completo de como cuidar do seu cão ou gato durante o verão. Também confira uma dica de passeio que o seu melhor amigo vai simplesmente adorar. Vamos lá?

Conheça os sinais da hipertemia

A temperatura normal dos cachorros varia de 37 °C a 39 °C e dos gatos entre 37 °C a 38 °C. Nesse sentido, qualquer valor acima disso pode ser um indicativo de que o pet está em perigo

Como não transpiram como os humanos, os pets bebem bastante água e ofegam quando estão com calor. Contudo, eles também podem apresentar outros sintomas de superaquecimento, veja os principais deles:

  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Baba espessa;
  • Pernas bambas;
  • Ofegante pesado;
  • Gomas secas ou vermelhas brilhantes.

Caso o seu animal de estimação mostre sinais de exaustão, leve-o para um local arejado, fresco e dê água para hidratá-lo. Também coloque uma toalha úmida sobre o corpo do pet e leve-o ao veterinário.

Aplique protetor solar

Sim, o seu pet também sofre com queimaduras solares, especialmente se ele tem pelagem curta ou clara. Isso pode doer bastante e até provocar câncer de pele no seu amigo peludinho. 

Por isso, um dos cuidados com o pet no verão é a aplicação de protetor solar. O produto deve ser usado a cada 3 e 4 horas, principalmente nos locais com menos pelos como:

  • Barriga;
  • Orelhas;
  • Nariz;
  • Patas.

O recomendado é usar filtros solares produzidos especialmente para pets. Em caso de dúvida, consulte o seu veterinário sobre o produto adequado para o tipo de pele do seu cão ou gato.

Mantenha as patas do pet frescas

Sabia que cães e gatos aquecem e esfriam de baixo para cima? Assim, se você passear com o seu amigo peludinho, tente mantê-lo distante de superfícies quentes como cimento ou asfalto.

Essa é a melhor maneira de evitar queimaduras nas patas e o aumento da temperatura corporal. Além disso, borrife água nas patinhas e estômago do pet para resfriá-lo rápido.

Caso prefira usar uma toalha molhada para refrescar o pet, esfregue principalmente nas patas e na barriga. E, durante os passeios nas primeiras e últimas horas do dia, proteja as patinhas com botas para cães.

Beber água é um dos cuidados com o pet no verão

Garanta bastante água para o pet

Os cuidados com o pet no verão devem ser redobrados. Nessa época do ano, cães e gatos ficam com mais sede do que o normal devido ao calor. Por isso, é importante que eles sempre tenham acesso à água limpa e fresca em casa.

Também ofereça comidas úmidas para ele durante esses meses mais quentes para aumentar a ingestão de líquidos do pet. Ao sair para passear com o seu amigo peludinho, não esqueça de reservar uma garrafa de água para ele.

Além disso, mantenha o pet na sombra sempre que possível. Especialmente porque durante o verão, pois a exposição direta ao sol pode superaquecê-lo e causar insolação.

Fique atento aos insetos e parasitas

O aumento da temperatura e da umidade cria o ambiente propício para a proliferação de insetos e parasitas como pulgas, carrapatos e moscas. Nesses casos, é fundamental consultar o veterinário, que pode indicar medidas de prevenção como:

  • Realização de exames;
  • Regular as doses de produtos contra ectoparasitas;
  • Banhos para diminuir a ação dos insetos e parasitas.

Manter a pelagem curta também é outro dos cuidados com o pet no verão, pois isso ajuda na visualização de possíveis parasitas, picadas, manchas avermelhadas e hematomas, por exemplo. As picadas geralmente acontecem em regiões sem pelo como nariz, orelha e abdômen.

Invista em coletes salva-vidas

Os cães também gostam de se refrescar na água, principalmente em piscinas, lagos ou na praia. Nesses casos, é importante que os tutores tenham cuidado onde desejam deixá-los, pois alguns pets não nadam bem.

Além disso, se você preferir levá-lo à praia, é preciso ficar atento às correntes e contracorrentes. Elas podem ser bastante perigosas para os pets e arrastá-los para o mar.

Também é essencial que você não deixe o seu amigo de quatro patas sozinho. Certifique-se de que ele está supervisionado durante todo o tempo e invista em coletes salva-vidas para aumentar a segurança.

Mantenha seu pet tosado e escovado

Diminuir o comprimento da pelagem do seu cão ou gato é outro dos cuidados com o pet no verão. Mas não exagere, pois, sem os pelos eles podem sofrer queimaduras solares ao não ter essa proteção natural.

O ideal é aparar os pelos da barriga regularmente para ajudar o pet a controlar a temperatura corporal. Uma dica bacana é deixar entre 2 a 3 centímetros de comprimento do pelo para mantê-lo protegido.

Além disso, escove o seu pet frequentemente. Isso ajuda a retirar o excesso de pelos finos, que mantém o corpo do seu amigo de quatro patas aquecido no inverno.

Nunca deixe o pet sozinho no carro

Nunca deixe o seu pet sozinho no carro. Mesmo que seja por pouco tempo ou com a janela aberta, a temperatura do veículo pode subir até 5 graus em apenas 15 minutos e isso pode ser fatal para o seu bichinho de estimação.

De acordo com um estudo publicado pela revista científica Pediatrics, as janelas abertas não ajudam a diminuir a temperatura do carro. Na verdade, o calor no interior é igual ao dos veículos com vidros fechados.

Também não pense que deixar o ar condicionado ligado ajuda, pois ele pode desligar enquanto você não está. Isso pode levar à morte do seu cão ou gato devido a inalação de gases tóxicos.

Aumente a frequência dos banhos, mas com cuidado

Embora os banhos ajudem nos cuidados com o pet no verão, é importante ter cuidado para evitar choques térmicos. Para isso, molhe primeiro as patinhas e orelhas do seu cão ou gato.

Depois disso, espanhe cuidadosamente a água pelo corpo do pet com suas mãos. Lembre-se de não exagerar na frequência dos banhos, pois o excesso de produtos pode irritar e ressecar a pele dele.

Outra dica é colocar uma pequena piscina para cachorros no jardim. Essa é uma opção para que o pet se refresque sempre que desejar, mas sempre com a sua supervisão.

Adapte a cama do seu pet

Percebeu que o seu pet prefere deitar no chão em dias quentes? Esse pode ser um sinal de que a cama dele está muito quente e não é adequada para o calor do verão.

No mercado você pode encontrar muitas caminhas que distribuem melhor o calor. Um bom exemplo disso são as camas suspensas e aquelas fabricadas com materiais leves. 

Além disso, existem os tapetes gelados que ajudam os cães a manter a temperatura corporal. Essa é uma boa alternativa para que os pets tenham mais opções para escolher onde descansar quando o calor aumentar.

Creche para cachorro do Club Pet RJ

O verão é a melhor época do ano para o seu peludinho brincar ao ar livre! Aproveite o clima dessa estação e agende um dia na creche para cachorro do Club Pet RJ! 

Enquanto estiver na creche, o seu pet vai curtir várias brincadeiras e atividades divertidas ao ar livre, feitas com a orientação de monitores treinados. Nesse dia, ele irá gastar toda a energia e ainda brincar com outros cachorros.

Entre em contato com a gente e marque hoje mesmo o dia na creche!

Categories: Blog Club Pet

Outras Matérias

Leave a Reply